Federação Catarinense de Handebol















 










 


Fechar [ X ]
Aguarde...

Nº Visitantes: 2133995
Contatos  
 

LINKS ÚTEIS

Escola Nacional de Esportes
CBHb
IHF
Fesporte
CED/SC
TJD/SC
Mapa de Distâncias/SC
Confira o Tempo - INMET
 
 

RECADOS

 
Laís Gomes Cabreira
Palhoça - SC
05/04/2018 18:33:13
Oi adoro jogar handebol, Já joguei jergs, e varios campeonatos no Rio Grande do Sul, em escola. Vim embora a procura de um time para poder fazer um teste e jogar. Tenho 18 anos (14/07/1999) jogo desde 2010 e tenho muita vontade de pode voltar a joga...


 
 
 

NOTICIAS

O ESPORTE CATARINENSE ESTÁ DE LUTO.


Data / Hora:  12/04/2014 10:41:27
Fonte:  Fesporte
  Clique na imagem para ampliar Florianópolis - O esporte catarinense está de luto. Morreu na manhã desta sexta-feira (11) Rubens Fachini, um dos principais nomes da história do nosso esporte, criador dos Jasc e um dos maiores incentivadores do crescimento da competição ao longo de mais de 50 anos. Comendador da esporte, Fachini foi atleta do vôlei, do atletismo e o grande parceiro de Arthur Schlösser na criação dos Jogos Abertos de Santa Catarina, em 1960. Apaixonado pelo esporte, sempre prestigiou as competições e nos últimos anos era o grande guardião das tradições dos Jasc, organizando cerimônias como a do acendimento do fogo simbólico. Rubens Fachini foi uma das vítimas de um grave acidente na manhã desta sexta-feira no KM 40 da BR-470, no município de Gaspar. Ele tinha 76 anos e deixa mulher e cinco filhos. O velório será nesta sexta-feira à noite na capela mortuária do Centro, atrás da Igreja Evangélica. O enterro está confirmado para às 10h de sábado no Cemitério Municipal. A Fesporte presta solidariedade à família e lamenta profundamente a perda de um dos ícones do nosso esporte. O presidente da Fesporte, Erivaldo Caetano Junior, expressou o tamanho da perda para o esporte catarinense: "Estamos todos órfãos, pois o Seu Rubens era como um pai do esporte de Santa Catarina. Uma pessoa amável, de biografia rica e inúmeros serviços prestados ao esporte. Foi dirigente, atleta, mas, antes de tudo, foi um cidadão que amou o esporte intensamente. Uma perda irreparável". O governador do Estado, Raimundo Colombo, também lamentou a perda para o esporte catarinense: "Sem dúvida perde Santa Catarina, sobretudo o esporte, sem a figura de Rubens Fachini. Um idealizador, um lutador sempre com um sorriso no rosto para buscar o que acreditava. Construiu, ao lado de Artur Schlösser, um patrimônio inestimável para o nosso esporte, os Jogos Abertos de Santa Catarina. Será difícil reparar a perda, e fica a missão de preservar a memória de tudo que ele construiu ao longo de uma vida dedicada ao esporte". Rubens José Fachini era apaixonado pelo esporte (na juventude, praticou vôlei e atletismo de maneira mais destacada, mas se aventurou em outras modalidades). Outra paixão era o Flamengo. Era amigo pessoal do principal nome da história do clube, Zico, a quem convidou para ser a estrela da cerimônia de abertura dos Jasc de 2010, que comemoravam em Brusque os 50 anos do nascimento dos Jogos (convite prontamente aceito). Zico, inclusive, ao receber a notícia publicou uma nota no Facebook oficial dele (com uma foto ao lado de Fachini, em 2011), lamentando a perda e enaltecendo a amizade entre eles: "Morreu hoje o querido amigo de muitas décadas, Sr Rubens Facchini. Figura amável de Brusque, empresário entusiasta do esporte e que sempre tratava a todos com muito carinho". Um dos amigos mais próximos de Fachini, o comendador e jornalista Roberto Alves relembra com carinho da importância dele para a criação dos Jasc: "Ele foi um dos artífices dos Jasc: idealizou o formato a partir de uma viagem que fez a São Carlos (SP), a pedido de Arthur Schlösser, para conhecer os Jogos Abertos da cidade". Fachini também foi locutor esportivo no rádio, dirigente de clubes de futebol e, nos últimos anos, se dedicava com afinco para realizar a tradicional cerimônia do acendimento do fogo simbólico dos Jasc, na cidade-berço dos Jogos: Brusque, onde morava. Na último que conduziu, em outubro de 2013, recebeu uma homenagem-surpresa pelos anos de dedicação ao evento e ao esporte em geral, sendo agraciado com a comenda Arthur Schlösser. E foi às lágrimas. Para conhecer um pouco mais da história de Rubens Fachini e a ligação dele com os Jasc, confira o vídeo de 50 anos dos Jasc, com depoimento emocionado do comendador. A repercussão da perda: "Sem dúvida perde Santa Catarina, sobretudo o esporte, sem a figura de Rubens Fachini. Um idealizador, um lutador sempre com um sorriso no rosto para buscar o que acreditava. Construiu, ao lado de Artur Schlösser, um patrimônio inestimável para o nosso esporte, os Jogos Abertos de Santa Catarina. Será difícil reparar a perda, e fica a missão de preservar a memória de tudo que ele construiu ao longo de uma vida dedicada ao esporte". (Raimundo Colombo, governador do Estado) "Estamos todos órfãos, pois o Seu Rubens era como um pai do esporte de Santa Catarina. Uma pessoa amável, de biografia rica e inúmeros serviços prestados ao esporte. Foi dirigente, atleta, mas, antes de tudo, foi um cidadão que amou o esporte intensamente. Uma perda irreparável". (Erivaldo Caetano Junior, presidente da Fesporte) "Morreu hoje o querido amigo de muitas décadas, Sr Rubens Fachini. Figura amável de Brusque, empresário entusiasta do esporte e que sempre tratava a todos com muito carinho". (Artur Antunes Coimbra, o Zico, amigo de Fachini, na página dele no Facebook) "Na minha opinião, o maior nome do nosso esporte. Idealizador, atleta, dirigente, amante de todos os esportes. E uma das poucas unanimidades. Um amigo, uma perda que não tem reparação". (Roberto Alves, jornalista e comendador do esporte) "Conheço o Rubens desde 1965, fica até difícil falar alguma coisa sobre ele sem se emocionar. Sem dúvida uma figura muito respeitada e muito respeitador, um conciliador pelo bem do esporte. Antes de tudo, um amigo". (J.B. Telles, comendador do esporte e presidente da Associação de Cronistas Esportivos de SC) "Lamentável a perda trágica do Seu Rubens Fachini. Perdemos o seu convívio, perde o esporte , perde Santa Catarina. A responsabilidade para com os Jogos Abertos aumenta muito a partir de agora. Ele era a própria história, a imagem dos Jogos. Que sigamos seu exemplo". (Marcelo Greuel, ex-atleta e conselheiro do esporte catarinense) "A perda de Rubens Fachini abala o alicerce esportivo em Santa Catarina. Uma perda irreparável. Perdemos uma das nossas referencias. Seu jeito simples e cativador, digno dos grandes homens, nos inspirava a cada encontro. Mais que sabedor dos benefícios do esporte para a sociedade, o Comendador Fachini representava um combustível essencial para manter viva a chama Olímpica em Santa Catarina". (Osvaldo Juncklaus, membro do Conselho Estadual do Esporte)
 
OUTRAS NOTÍCIAS
 

PARCEIROS

361
MASCOTINHA
 
 

NEWS LETTER

 
Cadastre-se e receba nossas notícias semanalmente em seu email.
Nome:
Email:
 
 
 
 
  [indique-nos] [comunicar erros]  
FEDERAÇÃO CATARINENSE DE HANDEBOL - FCHb
Rua: Julio Boppré, 2326
Tubarão/SC - Oficinas - 88.702-360
E-mail: fchb@fchb.com.br - Novo Telefone: (48)9624.1068
Desenvolvimento de Sites